PRÉ-VENDA: Crítica da razão idolátrica

R$ 55,00
R$ 49,50
. Comprar  
Pré-venda - envios a partir de 24/11/2020

Título completo: Crítica da razão idolátrica: tentação de Thanatos, necroética e sobrevivência

Autor: Ricardo Timm de Souza
 
Sinopse: Os sintomas regressivos de resistência ao pensamento, quer dizer, ao tempo, ocupam uma dimensão crescente no imaginário contemporâneo. As consequências naturais do estabelecimento paulatino de resistência – em sentido tanto filosófico quanto psicanalítico – à Alteridade se evidenciam com crescente clareza. Sua modalidade privilegiada é a proliferação de movimentos idolátricos. É a idolatria que floresce ao termo de uma gestação contaminada por promessas vazias de conciliação e felicidade e por retóricas condescendentes para com o limítrofe e o insuportável, para com a “soberana crueldade”, à revelia da facticidade do real, ou seja, do que realmente conta para a vida, a protege e a promove. Thanatos – também assumindo a forma do horror à multiplicidade e à diversidade da vida – apresenta-se, como nunca, tentador, pois constitui a medula de toda e qualquer idolatria. Oportunidade, portanto, para a proposição explícita de uma crítica da razão idolátrica, para a qual o presente livro pretende contribuir. 

Sobre o autor: Ricardo Timm de Souza, nascido em Farroupilha, RS, em 1962, é atualmente Professor Titular da Escola de Humanidades da PUCRS, atuando principalmente como professor dos Programas de Pós-Graduação em Filosofia (Fundamentação da Ética) e Letras (Escrita Criativa). É autor, dentre outros, dos seguintes livros: Existência em decisão – uma introdução ao pensamento de Franz Rosenzweig (Perspectiva, 1999), Sobre a construção do sentido (Perspectiva, 2003), Razões plurais – itinerários da racionalidade ética no século XX: Adorno, Bergson, Derrida, Levinas, Rosenzweig (EDIPUCRS, 2004), Em torno à Diferença – aventuras da alteridade na complexidade da cultura contemporânea (Lumen Juris, 2008), Adorno & Kafka – paradoxos do singular (Editora do IFIBE, 2010), Kafka, a justiça, o Veredicto e a Colônia Penal (Perspectiva, 2012) e Levinas e a ancestralidade do Mal – por uma crítica da violência biopolítica (EDIPUCRS, 2012). A presente obra completa a trilogia iniciada com os livros Ética como fundamento II – pequeno tratado de ética radical (Caxias do Sul: EDUCS, 2016) e Ética do escrever – Kafka, Derrida e a literatura como crítica da violência (Porto Alegre: ZOUK, 2018). 

ISBN 978-65-5778-008-4 - 16x23 - 362 páginas